maxresdefault (1)

Glaucoma x Posição para dormir

Você sabia que algumas pessoas têm manifestações do glaucoma enquanto dormem? E você sabia que é possível mudar essa história?  

Neste conteúdo eu vou explicar a relação entre o glaucoma com a posição de dormir. Quais os sintomas, o que podem ocorrer, e o que é possível fazer para se libertar desse problema.

Ao dormir de barriga para baixo, há a grande probabilidade de haver uma compressão do travesseiro na parte da frente do olho, e vai haver uma redução da pressão em relação a pequenas inclinações. Existe uma resultante da força da gravidade sobre as estruturas do olho, o cristalino, que empurram essa lente e um pouco a íris, que é um tecido maleável para frente. Assim, ocorre um estreitamento do seio camerular, do ralo da pressão ocular, e nesse momento haverá um aumento, ainda que transitório, da pressão intraocular. 

Isso acontece por dois motivos principais: Primeiro é o que citamos em relação a compressão da lente, pelo peso; segundo é que quando nós vamos dormir apagamos a luz, e com o ambiente escuro, a tendência é a pupila dilatar e quando dilatamos a pupila, algumas vezes estreitamos o seio camerular. Isso é mais frequente em pessoas que tem hipermetropia (grau positivo). Se você olhar o seu grau dos óculos vai ver  +1, + 2 ou + 3, quanto maior esse grau, menor geralmente é o olho dessa pessoa e menor é esse espaço do ângulo que drena a pressão intraocular.

Eu vou colocar agora o depoimento de Matheus e acho bem ilustrativo do que pode acontecer quando existe o estreitamento do seio camerular e a pessoa dorme e eventualmente dorme em uma posição de barriga baixo.

– Como é que você sentia antes de fazer o tratamento a laser? 

– Minha principal queixa era a questão da dor de cabeça, principalmente no período da noite quando eu chegava em casa, logo ao deitar principalmente era muito frequente essa dor. Muitas vezes até perdi o sono por conta disso. 

– Durante a aplicação do laser o que você sentiu no dia seguinte? 

– No mesmo dia ainda sente incômodo, agora no dia seguinte a partir disso foi muito tranquilo.

– E hoje como é que você está sentindo em relação a dor e em relação a dormir? 

– Essa semana mesmo eu não senti dor de cabeça, coisa que há muito tempo não tinha e tentando dormir está tranquilo, eu não tenho mais incomodo algum.

As pessoas que têm o ângulo estreito, elas precisam fazer um procedimento a laser para que esse ângulo estreito se transforme no ângulo aberto. Algumas vezes dependendo da idade dessa pessoa, ela pode também se submeter a uma cirurgia de catarata, a lente da catarata é bem fina ela não é aquela gente gordinha como a gente vê na lente natural que é o cristalino.

E fazendo aqui a revisão de literatura selecionei esses dois artigos, esse primeiro artigo fala sobre o efeito da posição de dormir, no caso colocar a cabeça um pouco mais elevada, qual o efeito dessa posição na pressão intraocular das pessoas com glaucoma. O resultado desse estudo foi que nessa posição de 30 graus de elevação da posição de cabeça durante o período do sono, houve uma redução de 20% da pressão intraocular de um terço desses pacientes, mostrando que a posição de dormir realmente influencia na pressão intraocular da pessoa enquanto ela dorme.

O segundo artigo que selecionei, é um artigo que eu mesmo redigir e publiquei em 2018, é um modelo que vai ajudar os médicos a identificarem esse ângulo estreito é um teste provocativo. A proposta é ver esse ângulo mais estreito nas pessoas que estão pré-dispostas a ter as elevações de pressão enquanto dormem e isso facilitaria muito o tratamento dessas pessoas porque a gente vê, que em muitas vezes é um problema anatômico é um fechamento intermitente dessa área de drenagem.

As minhas recomendações para você que tem algum tipo de sintoma noturno enquanto dorme é primeiro evitar dormir de barriga para baixo, segundo evitar qualquer posição que você tenha uma compressão dos olhos, por último cultivar bons hábitos de vida fazendo exercícios ao ar livre porque a exposição ao sol ela vai elevar a vitamina D, e a vitamina D tem participação na regulação da pressão intraocular.  Além disso já é clássico que já sabemos que exercícios físicos aeróbicos eles contribuem na redução da pressão intraocular.

Conteúdo completo no canal da Clínica do Olho no YouTube! Clique aqui e assista!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp